domingo, 26 de outubro de 2008

Da janela

Vou vendo o mundo passar do meu lado
por uma janela sem cortinas
o sol bate, entra a claridade
E pela janela vejo pessoas, lugares, a vida passando
Às vezes passando rápido, às vezes bem devagar...
Ouvindo o barulho nos trilhos, ouvindo uma música...
Vou vendo os olhares que me observam...
Pudera eu ouvir os pensamentos para poder decifrar melhor esses olhares...
E o tempo vai passando
Passa mais gente, vejo mais olhares, vejo mais lugares
Ouço mais rumores, mais música.
E a vida segue, eu sigo...correndo, me mostrando, vendo o que me mostram
e o que passa diante dos meus olhos
vejo a vida passando
Numa janela sem cortinas.
.....................................................................................
-> Foi numa janela sem cortinas que eu vi você passar... Só não quero que você passe, só não quero perder nenhum momento... Você tem me feito muito, mais muito bem mesmo...
João, brigada por ter feito dos meus dias, dias muito melhores!
-> Calor em pleno domingão de eleição...rs aff, tô no deserto!
-> Era uma vez quatro pedrinhas... 3 foram arremessadas quantas sobraram?
-> Ow, ta acabando...rs
.....................................................................................
E a música de hoje é do IRA... se chama tarde vazia!Sente o ritmo...
IRA! - Tarde Vazia












2 comentários:

Moises Prado disse...

Q legal...
lembrei de como Rubem Alvez considera a si mesmo lendo lendo o texto...

Ele se diz um fotografo, porem nao usa uma maquina fotografica, ele faz isso com palavras!
E assim ele nos mostra o mundo pelos seus olhos, situaçoes ou lugares inesquesiveis, "fotografa" momentos unicos, porem ao mesmo tempo podem ser chamados de simples, cotidiano, mas q talvez por isso nao percebemos tamanha intensidade!

Entao te chamo agora de "fotografa", pq nao?! rs
vc conseguiu passar o q vc sentiu,
mesmo q tudo o q foi dito no texto nao seja literal, de uma forma incrivel. Parabens!!

Coloca deserto nisso! rsrs
Bela musica do Ira!
so nao te ligo pq to sem creditos ta!? rsrsrs...

te+ bjao

Jean Piter disse...

E a vida passa, rápido demais.
E por muitas vezes não vemos o mesmo rosto duas vezes nessa janela sem cortinas.


beijos pra ti